“NAS CAVERNAS”.

“NAS CAVERNAS”. Elias na caverna do desânimo – Presumiu que todos os profetas do Senhor teria sido morto. Entrou na caverna do medo. Deus teve que tirá-lo de dentro da caverna.

“NAS CAVERNAS”.CAVERNAS. Abraão – caverna da mentira.

NAS CAVERNAS. Para entrar mentiu para Faraó,

NAS CAVERNAS. Grutas para se ocultar, muitos homens ainda hoje se esconde nas cavernas.

NAS CAVERNAS. Grutas para se ocultar, muitos homens ainda hoje se esconde nas cavernas.

Deus pune o Egito. Faraó descobre que Sara e esposa de Abrão quando o mesmo disse que era sua irmã. Abraão ora por Faraó e põe fim à praga.

NAS CAVERNAS. Moisés na caverna da fuga.

NAS CAVERNAS. Moisés após matar um egípcio foge para o deserto de Midian, onde por inspiração de Deus escreveu e pentateuco. Casou-se com a filha Jetro, teve um filho, Deus pediu que o circundasse, sua esposa chamou de homem sanguinário. Deus chama Moisés para libertar o seu povo do julgo de Faraó;

NAS CAVERNAS. Davi na caverna Impureza.

NAS CAVERNAS. Davi deixou de ir com o exército ficou ocioso no palácio, certa tarde passeando pelo terraço viu a mulher de Urias se banhando e a desejou e a possuiu. Engravidou-a, tentou esconder mais não houve jeito. Mandou Joabe colocar Urias na linha de frente da batalha e Urias Morreu. Deus feriu a Davi, mas depois lhe perdou o pecado.

NAS CAVERNAS. Saul na caverna do ódio.

NAS CAVERNAS. Saul por inveja diversas vezes cheio de ódio tentou matar a Davi, mas Deus livrou Davi de todas investidas de Saul.

NAS CAVERNAS. Salomão na caverna da vaidade.

NAS CAVERNAS. Salomão Maior sábio, Deus deu-lhe sabedorias e riquezas, se perdeu no caminho que traçou para si. Deus duas vezes visita Salomão para ver se ele reconhecia o seu erro, mas, Salomão era u NAS CAVERNAS.m pecador contumaz.

NAS CAVERNAS. Pedro na caverna do diabo

NAS CAVERNAS. Pedro muito precipitado em falar algumas vezes emprestou sua boca para o diabo. Mas foi a Pedro que Deus revelou que era Jesus.

H2 Conclusão.

A nossa vida é repleta de armadilhas que não enxergamos, não temos o direito de julgar ninguém, pois somos pó e cinza e muito frágil; que Deus tenha misericórdia de nós e nos guarde debaixo de suas potentes mãos.

Contato: nalcyloud@hotmail.com

Autor: Bacharel em Teologia – Nalcyman Loud

Recife 06 de julho de 2016